Topo  
INÍCIO EMPRESA AMBIENTES SOB MEDIDA BLOG CONTATO
   
BLOG / Como é feito o MDF « Voltar
Descubra como é feito o MDF e como funciona o processo de fabricação desse material que tem sido amplamente utilizado em todos os segmentos.

Como é feito o MDF

Você sabe como é feito o MDF? Caso ainda não conheça o processo de fabricação desse material, vamos detalhar cada etapa da produção do MDF, sigla que vem do inglês (Medium Density Fiberboard) e significa Fibra de Média Densidade. Usada em várias partes do mundo, nas mais diversas áreas, essa fibra tem sido cada vez mais adotada por empresas, visto que o MDF reduz bastante o desmatamento de árvores, especialmente na indústria de móveis.



Além de ser uma ótima opção para empresas que desejam utilizar materiais ecologicamente corretos, essa fibra é vantajosa porque tem uma superfície completamente homogênea e lisa, mesmo que a sua composição inclua fibras soltas. Logo, o MDF possibilita um acabamento de excelente qualidade, bem como cortes em sentidos distintos.

Veja como é feito MDF


1. Madeira é cortada
O primeiro passo para fabricar MDF é cortar madeira de árvores como eucalipto ou pinus, que são cultivadas em regiões de reflorestamento. Ao atingirem aproximadamente 28 m de altura, as árvores são cortadas e levadas às fábricas, na forma de toras de cerca de 6 m. Então, é realizado o processamento das toras em uma máquina, que as pica com o intuito de transformá-las em lascas de madeiras, também conhecidas como cavacos.

2. Fibras são separadas
O próximo passo da fabricação de MDF é cozinhar os cavacos, que são enviadas para a desfibração, onde uma máquina separa as fibras de madeira por meio de discos, após o amolecimento da lignina durante a etapa de cozimento. Lignina é a cola natural da madeira.

Em seguida, as fibras de eucalipto, que possuem em torno de 1 mm de comprimento, e as de pinus, que têm média de 2,2 mm de comprimento, são devidamente separadas e colocadas junto de uma resina sintética. Depois disso, elas são secadas a partir de uma tubulação com ar aquecido.

3. Fibras são moldadas
A nova etapa é a moldagem das fibras, que ocorre na máquina formadora. As fibras são moldadas em colchões homogêneos. Em uma pré-prensa, as fibras passam por um processo em que o ar acumulado entre elas é removido. Além disso, a altura final dos colchões acaba reduzindo em relação à altura inicial, podendo diminuir de sete a 10 vezes.

4. Colchões são prensados
Outra fase é a prensagem dos colchões, que ficam submetidos a altas temperaturas e pressões elevados durante um tempo específico, o que faz a resina colar as fibras, gerando a chapa de MDF. Ao sair da prensa, a chapa é resfriada e encaminhada para a lixadeira.

5. Chapa é polida
Quando está na lixadeira, a chapa de MDF passa por um polimento, que serve para equilibrar a espessura de vários pontos do painel. O máximo de diferença de espessura entre um ponto e outro do item deve ser 1/10 de milímetro.

6. Chapa é cortada e embalada
Aqui, a chapa é cortada no tamanho desejado, conforme a sua função no mercado. Depois do corte, o produto é embalado e entregue aos distribuidores. E ainda há a possibilidade de que as chapas de MDF crus recebam revestimentos após o encerramento da produção.

Pronto, agora você conhece o processo de fabricação do MDF, que é usado em inúmeros setores. No caso da construção civil, por exemplo, os painéis de MDF são utilizados como pisos, portas, rodapés, batentes e muitas outras funções. Ao usar esse tipo de matéria-prima, você não apenas terá um produto de ótima qualidade, mas também fará sua contribuição para a preservação da natureza. Se a sua empresa costuma recorrer ao MDF, é comum a associação a uma imagem positiva, devido a esse fator ecológico, que está cada vez mais valorizado.
 
 
Seta
PRECISO DE UM ORÇAMENTO
Quero fazer móveis para minha casa
 
  QUARTOS

Rua Gustavo Zimmermann, 5.050
Itoupava Central
89063-000 - Blumenau - SC
(47) 3232-1113

Facebook E-nology