Topo  
INÍCIO EMPRESA AMBIENTES SOB MEDIDA BLOG CONTATO
   
BLOG / Como é feito o MDF « Voltar
Descubra como é feito o MDF e como funciona o processo de fabricação desse material que tem sido amplamente utilizado em todos os segmentos.

Como é feito o MDF

Você sabe como é feito o MDF? Caso ainda não conheça o processo de fabricação desse material, vamos detalhar cada etapa da produção do MDF, sigla que vem do inglês (Medium Density Fiberboard) e significa Fibra de Média Densidade. Usada em várias partes do mundo, nas mais diversas áreas, essa fibra tem sido cada vez mais adotada por empresas, visto que o MDF reduz bastante o desmatamento de árvores, especialmente na indústria de móveis.



Além de ser uma ótima opção para empresas que desejam utilizar materiais ecologicamente corretos, essa fibra é vantajosa porque tem uma superfície completamente homogênea e lisa, mesmo que a sua composição inclua fibras soltas. Logo, o MDF possibilita um acabamento de excelente qualidade, bem como cortes em sentidos distintos.

Veja como é feito MDF


1. Madeira é cortada
O primeiro passo para fabricar MDF é cortar madeira de árvores como eucalipto ou pinus, que são cultivadas em regiões de reflorestamento. Ao atingirem aproximadamente 28 m de altura, as árvores são cortadas e levadas às fábricas, na forma de toras de cerca de 6 m. Então, é realizado o processamento das toras em uma máquina, que as pica com o intuito de transformá-las em lascas de madeiras, também conhecidas como cavacos.

2. Fibras são separadas
O próximo passo da fabricação de MDF é cozinhar os cavacos, que são enviadas para a desfibração, onde uma máquina separa as fibras de madeira por meio de discos, após o amolecimento da lignina durante a etapa de cozimento. Lignina é a cola natural da madeira.

Em seguida, as fibras de eucalipto, que possuem em torno de 1 mm de comprimento, e as de pinus, que têm média de 2,2 mm de comprimento, são devidamente separadas e colocadas junto de uma resina sintética. Depois disso, elas são secadas a partir de uma tubulação com ar aquecido.

3. Fibras são moldadas
A nova etapa é a moldagem das fibras, que ocorre na máquina formadora. As fibras são moldadas em colchões homogêneos. Em uma pré-prensa, as fibras passam por um processo em que o ar acumulado entre elas é removido. Além disso, a altura final dos colchões acaba reduzindo em relação à altura inicial, podendo diminuir de sete a 10 vezes.

4. Colchões são prensados
Outra fase é a prensagem dos colchões, que ficam submetidos a altas temperaturas e pressões elevados durante um tempo específico, o que faz a resina colar as fibras, gerando a chapa de MDF. Ao sair da prensa, a chapa é resfriada e encaminhada para a lixadeira.

5. Chapa é polida
Quando está na lixadeira, a chapa de MDF passa por um polimento, que serve para equilibrar a espessura de vários pontos do painel. O máximo de diferença de espessura entre um ponto e outro do item deve ser 1/10 de milímetro.

6. Chapa é cortada e embalada
Aqui, a chapa é cortada no tamanho desejado, conforme a sua função no mercado. Depois do corte, o produto é embalado e entregue aos distribuidores. E ainda há a possibilidade de que as chapas de MDF crus recebam revestimentos após o encerramento da produção.

Pronto, agora você conhece o processo de fabricação do MDF, que é usado em inúmeros setores. No caso da construção civil, por exemplo, os painéis de MDF são utilizados como pisos, portas, rodapés, batentes e muitas outras funções. Ao usar esse tipo de matéria-prima, você não apenas terá um produto de ótima qualidade, mas também fará sua contribuição para a preservação da natureza. Se a sua empresa costuma recorrer ao MDF, é comum a associação a uma imagem positiva, devido a esse fator ecológico, que está cada vez mais valorizado.
 
 
Seta
PRECISO DE UM ORÇAMENTO
Quero fazer móveis para minha casa
 
  QUARTOS
Rua Dr. Pedro Zimmermann, 5.180, Itoupava Central
Galpão 01
89010-000 - Blumenau - SC
(47) 3232-1113
Facebook E-nology